sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

LETRA DA MÚSICA: BOLEI UM PLANO INFALÍVEL DA TURMA DA MÔNICA


Márcio Araújo

Cebolinha: Hoje eu bolei um plano infalível.

Ele é brilhante! É fantástico! Incrível!

Eu sei que desta vez, este vai dar certo.

Finalmente tenho um plano esperto. Que legal!

Este vai dar pé!

É um plano genial!

Agora é só chamar o...

Cascão!

Cascão: O quê?

Cebolinha: Prepare-se que a hora chegou.

Cascão: O quê?

Cebolinha: Nós vamos derrotar a gorducha!

Cascão: Como?

Cebolinha: Eu fiz um novo plano...

Cascão: Desculpe, Cebolinha

Mas eu já vi este filme

E sempre no final

Quem leva a pior

Sou eu!

Cebolinha: Cascão...

Não deixe seu amigo na mão.

Cascão: hã, hã...

Cebolinha: Te dou meu álbum de figurinhas.

Cascão: Só?

Cebolinha:Também minha coleção de tampinhas

e o pião...

Cascão: E o guarda-chuvinha.

Cebolinha: Isso não é justo!

Cascão: Então eu não ajudo!

Cebolinha: Tá bom!

Cascão: Ai, Cebolinha!

Este seu plano é esperto.

Ele é legal!

Só falta uma coisa...

Cebolinha: O quê?

Cascão: Eu...

Cebolinha: Oh! (risos)

Cascão: Então, o que me dá? O que me dá? O que me dá?

Cebolinha: Ai!

Cascão: Fala, Careca!

Cebolinha: Eu não sei!



Parte II



Cebolinha: Hoje eu bolei um plano infalível.

Ele é brilhante! É fantástico! Incrível!

Cascão: Concordo!

Cebolinha: Eu sei que desta vez, este vai dar certo.

Cascão: Vai!

Cebolinha: Finalmente tenho um plano esperto. Que legal!

Este vai dar pé.

É um plano genial!

Agora é chamar o...

Cascão!

Cascão: Tô na área!

Cebolinha: Prepare-se que a hora chegou.

Cascão: O quê?

Cebolinha: Nós vamos derrotar a gorducha!

Cascão: Demorou!

Cebolinha: Eu fiz um novo plano...

Cascão: Desculpe, Cebolinha

Mas eu já vi este filme

E sempre no final

Quem leva a pior

Sou eu!

Cebolinha: Cascão!

Cascão: Fala!

Cebolinha: Não deixe seu amigo na mão...

Cascão: Hã, hã ...

Cebolinha: Te dou meu álbum de figurinhas.

Cascão: Ah, só?

Cebolinha: Também minha coleção de tampinhas

e o pião...

Cascão: E o guarda-chuvinha.

Cebolinha: Isso não é justo!

Cascão: Então, eu não ajudo!

Cebolinha: Tá bom!

Cascão: Só desta vez então, hein? Só desta vez.

Cebolinha: Que legal! risos

Cascão: Vai ser legal!

Cebolinha: Vai mesmo, cascão! ( risos )

Cascão: O que eu tenho que fazer?

Cebolinha: (cochicha)

Cascão: Ah, não, não! Isso não!

Cebolinha: Pô, Cascão! Vai, quebra essa, cara!

Cascão: Não vai dar certo, não vai dar certo...

Cebolinha: Vai sim... Olha é só fazer isso...

Cascão: Eu não, você!

Agradeço a Isabella, minha filha, por ter me ajudado a escutar esta música diversas vezes. Conseguimos!

2 comentários:

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

Eliane disse...

Parabéns para vc por dedicar se a educação com competência.É um orgulho ter vc na nossa equipe.

Uma frase

O verdadeiro mestre ama o que faz. Por Elisabete Souto Barbosa

VÍDEOS INTERESSANTES

Cantinho dos autores - Breve histórico

Maurício de Sousa, O pai da Turma da Mônica

Maurício de Sousa nasceu no Brasil, numa pequena cidade do estado de São Paulo, chamada Santa Isabel. Foi em outubro de 1935.
Seu pai era o poeta e barbeiro Antônio Maurício de Sousa. A mãe, Petronilha Araújo de Sousa, poetisa. Além de Mauricio, o casal teve mais três filhos: Mariza (já falecida), Maura e Márcio.
Em 1959, Maurício criou uma série de tiras em quadrinhos com um cãozinho e seu dono Bidu e Franjinha e ofereceu o material para os redatores da Folha. As historietas foram aceitas, o jornalismo perdeu um repórter policial e ganhou um desenhista.
Nos anos seguintes, ele criaria outras tiras de jornal Cebolinha, Piteco, Chico Bento, Penadinho e páginas tipo tablóide para publicação semanal - Horácio, Raposão, Astronauta - que invadiram dezenas de publicações durante 10 anos.
Daí chegou o tempo das revistas de banca. Foi em 1970, quando Mônica foi lançada já com tiragem de 200 mil exemplares. Foi seguida, dois anos depois, pela revista Cebolinha e nos anos seguintes pelas publicações do Chico Bento, Cascão, Magali, Pelezinho e outras.
Seus trabalhos começaram a ser conhecidos no exterior e em diversos países surgiram revistas com a Turma da Mônica.
Fonte de Pesquisa: http://www.turmadamonica.com.br/