domingo, 31 de janeiro de 2010

LETRA DA MÚSICA: DESAFIO DA TURMA DA MÔNICA




Chico Bento: Agora o desafio, vai começar!

As meninas pra esse lado

Os meninos pra lá!

Vamos ver qual de vocês

É que vai saber rimar

Vamos ver quem no final vai ganhar!

Cascão: Fala Gorda!

Mônica e Magali: O Cascão e o Cebolinha são engraçados.

Magali: Um tem cheiro de porquinho ...

Mônica: E o outro fala tudo errado!

Magali: Se tem chuva o outro foge

Mônica: Se tem r o outro engasga

Mônica e Magali: A verdade é que os dois não são de nada! (risadas)

Cebolinha e Cascão: Cantem vitória,

Fiquem contentes

Nós sabemos que vocês

São bem diferentes .

Cascão: Uma come melancia e tudo que cai na frente...

Cebolinha: E a outra abre a garrafa com os dentes.

Cebolinha e Cascão: Assim ó, ó!

Mônica: Grrrrrrrrrrrrrr

Magali: Isso não vai ficar assim não!

Mônica: Ah, não fica mesmo!

Mônica e Magali: Nós temos para vocês

um presentinho

Por favor, se aproximem,

cheguem bem pertinho!

Mônica: Agora se preparem

para grande surpresa...

Cebolinha e Cascão: O que é?

Mônica: Uma coelhada na cabeça! (pow)

Cebolinha: Eu não estou conseguindo respirar!

Cascão: Respira, respira, respira!

Chico Bento: Calma gentarada!

Não vale brigar!

Pode se ofender,

mas só no blá blá blá!

Agora continua,

Mas sem agressão

Quero ver qual de vocês

Quem é o bom!

Mônica e Magali: Mas...

Cascão: Responda!

Cebolinha: O que vocês fizeram foi covardia

É Coisa de gentinha

sem categoria...

Cascão: Também meu caro amigo

não exija assim de mais

de um palito

e de um botijão de gás! (risadas)

Magali: Grrrrrr Agora foi demais!

Mônica: Vocês vão ver!

Cebolinha e Cascão: Ah!

Mônica: Que bela amizade

a de vocês dois!

Parece ser sincera...

Cebolinha e Cascão: Claro, sempre foi!

Mônica: Posso então fazer uma pergunta?

Cebolinha e Cascão: Claro, manda!

Mônica: Qual dos dois ainda faz xixi na cama?

Cebolinha: Ele!

Cascão: Não, ele!

Cebolinha: Foi você!

Cascão: Você não, eu!

Cebolinha: Não disse?

Mônica, Cebolinha e Magali: Mijão, mijão!

Cascão: Ai, gente! Eu não entendi...
Cebolinha: Ah!

Cascão: Não quero saber mais de você!

Cebolinha: Por favor, abaixa o braço.

Esse cheiro é de doer!

Mônica e Magali: Cebolinha e Cascão

Vamos lá ! Se dêem as mãos.

Afinal vocês são como dois irmãos!

Cascão: Irmãos, tudo bem

dar a mão não!

Cebolinha: Cascão!

Cascão: Oh!

Cebolinha e Cascão: Olha, vocês duas tem toda razão.

Ficar brigando à toa

Não tá com nada não

Este desafio precisa de um final...

Mônica: Um empate!

Cebolinha e Cascão: Aceitamos!

Mônica e Magali: Que legal!

Chico Bento: Ainda bem que terminou

tudo na santa paz.

Os meninos e as meninas

não estão brigando mais!

E eu que não sou bobo,

também vou comemorar.

Com licença,

que agora eu vou dançar!

He, he, he, he!

Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá ( 8 vezes)

Créditos à Isabella, minha filha, pela colaboração.

2 comentários:

Vanesa G. Vieira disse...

Adorei seu blog!!! Lindo de mais! Parabéns!! BJssss

Iseuda Alves disse...

Amei!Senti que esse blog é cuidado com carinho, é bem educativo e moderno. Parabéns!
BJO!

Uma frase

O verdadeiro mestre ama o que faz. Por Elisabete Souto Barbosa

VÍDEOS INTERESSANTES

Cantinho dos autores - Breve histórico

Maurício de Sousa, O pai da Turma da Mônica

Maurício de Sousa nasceu no Brasil, numa pequena cidade do estado de São Paulo, chamada Santa Isabel. Foi em outubro de 1935.
Seu pai era o poeta e barbeiro Antônio Maurício de Sousa. A mãe, Petronilha Araújo de Sousa, poetisa. Além de Mauricio, o casal teve mais três filhos: Mariza (já falecida), Maura e Márcio.
Em 1959, Maurício criou uma série de tiras em quadrinhos com um cãozinho e seu dono Bidu e Franjinha e ofereceu o material para os redatores da Folha. As historietas foram aceitas, o jornalismo perdeu um repórter policial e ganhou um desenhista.
Nos anos seguintes, ele criaria outras tiras de jornal Cebolinha, Piteco, Chico Bento, Penadinho e páginas tipo tablóide para publicação semanal - Horácio, Raposão, Astronauta - que invadiram dezenas de publicações durante 10 anos.
Daí chegou o tempo das revistas de banca. Foi em 1970, quando Mônica foi lançada já com tiragem de 200 mil exemplares. Foi seguida, dois anos depois, pela revista Cebolinha e nos anos seguintes pelas publicações do Chico Bento, Cascão, Magali, Pelezinho e outras.
Seus trabalhos começaram a ser conhecidos no exterior e em diversos países surgiram revistas com a Turma da Mônica.
Fonte de Pesquisa: http://www.turmadamonica.com.br/